Proposta de uma Arquitetura de Agentes Móveis para Recuperação de Informação Útil e Distribuída no Processo de Gestão do Conhecime

Andréa Sabedra Bordin, Renato Balancieri
DOI: https://doi.org/10.21529/RESI.2005.0401002

Texto completo:

PDF

Resumo

O processo de gestão do conhecimento no contexto institucional caracteriza-se pela gestão da competência dos seus colaboradores, seus relacionamentos internos e externos. Nesse sentido, abordagens e técnicas computacionais que capturem informações sobre as competências do colaborador de maneira explícita e tácita fazem-se necessárias. A abordagem utilizada neste artigo considera que na maioria das situações o colaborador explicita suas competências na forma de um curriculum vitae, o qual contém informações sobre sua formação escolar, experiência de trabalho, suas aptidões, etc. e o armazena dentro do seu computador pessoal no formato textual. Diante disso, propõe-se a utilização de uma arquitetura de agentes móveis que realize a detecção dessas informações na intranet institucional para formação de uma base textual única e centralizada que será utilizada no processo de gestão do conhecimento.

Palavras-chave

Gestão do Conhecimento; Recuperação de Informação; Agentes Móveis