INSIDERS: ANÁLISE E POSSIBILIDADES DE MITIGAÇÃO DE AMEAÇAS INTERNAS

Gliner Dias Alencar, Anderson Apolonio Lira Queiroz, Ruy José Guerra Barretto de Queiroz

Resumo


No mundo atual, globalizado e altamente competitivo, a informação é um dos mais valiosos ativos das empresas. Nesse contexto, a segurança da informação tornou-se um motivo de preocupações constantes. Para atingir níveis confiáveis de segurança, o foco de muitas empresas tem sido investir primariamente em tecnologia e processos, esquecendo-se dos recursos humanos que necessariamente trabalharão com estas tecnologias e farão funcionar os processos. Pessoas essas que poderão, também, se tornar ameaças. Pensando nesta lacuna existente, especificamente nas pessoas como ameaças internas (insiders), o presente trabalho investigou o panorama atual e tendências para a segurança da informação. Analisou, por meio da aplicação de um questionário, os aspectos de segurança da informação, focando nas ameaças internas, de empresas públicas e privadas da cidade do Recife e circunvizinhança (denominada, no presente trabalho, Grande Recife) onde foi possível constatar que, de uma forma geral, a segurança da informação tem um baixo nível de maturidade, não está alinhada ao negócio, exerce um papel simplório com foco na proteção contra ameaças externas. Neste ambiente vulnerável, percebeu-se a participação ativa das ameaças internas, com situação ainda mais precária no setor público. Finalizando, o trabalho propôs ações para mitigar as ameaças internas envolvendo uma visão mais ampla da segurança da informação de forma que as pessoas sejam vistas como mais uma camada de segurança e não apenas uma vulnerabilidade.

Palavras-chave


segurança da informação; vulnerabilidades humanas; ameaças internas; segurança em camadas; conscientização e educação de usuários

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .