O Registro Clínico Computadorizado

Adilton Lobo

Resumo


O artigo dispõe sobre o Registro Clínico Computadorizado e inicia com o emprego da informática na medicina, fala sobre a relação médico-computador e da origem, necessidade e importância do Registro Clínico. Mostra como o Registro Clínico Computadorizado pode integrar os diversos setores hospitalares e o seu papel de informar, integrar e agilizar o atendimento ao paciente e as vantagens de sua implantação em segmentos médicos e administrativos. Idealizou-se uma rede onde estes registros circulariam, provendo informações em todos os

 

 

"nós" - terminais e ao Sistema Público de Saúde. E ainda o uso de smart-cards , exemplificando suas aplicações nos dias de hoje, em países que adotaram a tecnologia como forma de demonstrar um bom atendimento ao paciente, preocupação com a redução e controle de custos e fraudes e busca sincera da melhoria da qualidade de vida de seus povos.


Palavras-chave


Registro Clínico; registro clínico computadorizado; smart-card; sistema público de saúde

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21529/RESI.2006.0503001