SOBRECARGA DE INFORMAÇÕES GERADAS PELA ADOÇÃO DE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO MÓVEIS E SEM FIO E SUAS DECORRÊNCIAS PARA PROFISSIONAIS DE VENDAS (doi:10.5329/RESI.2010.0902002)

Lisiane Barea Sandi, Amarolinda Zanela Saccol
DOI: https://doi.org/10.5329/RESI.2010.0902002

Texto completo:

PDF

Resumo

A mobilidade empresarial, isto é, o uso das Tecnologias da Informação Móveis e Sem Fio (TIMS) nos processos organizacionais, está entre os principais temas discutidos atualmente no âmbito acadêmico e empresarial. Este artigo tem como tema a análise da sobrecarga de informações gerada pela utilização das TIMS e os efeitos dessa sobrecarga sobre as atividades e o desempenho de profissionais móveis da área de vendas. Foi realizada uma pesquisa survey exploratória com uma amostra de 75 profissionais da área de vendas, atuantes no estado do Rio Grande do Sul. A amostragem ocorreu por conveniência e por “bola de neve” (com indicação de novos participantes pelos próprios respondentes da pesquisa). Os resultados indicam que, apesar de o uso das TIMS ter gerado uma série de benefícios e de melhorias nas atividades e no desempenho dos profissionais pesquisados, esse uso também gera uma sobrecarga de informações, além de causar a sensação de perda de privacidade. Frequentemente o uso de TIMS também gera interrupções no trabalho de campo dos profissionais pesquisados (especialmente pelo recebimento de ligações telefônicas e mensagens de texto), o que impõe dificuldades na retomada de atenção em relação às atividades presenciais. Os dados da pesquisa também apontam que a questão do gênero pode influenciar o modo como os indivíduos reagem às interrupções provocadas pelas TIMS.

Palavras-chave

Mobilidade Empresarial; Sobrecarga de Informação; Profissionais Móveis; Adoção de Tecnologias da Informação Móveis e Sem Fio (TIMS)