O ENSINAR E O APRENDER COM A TERCEIRA IDADE

Flávia da Silva Oliveira, Rita de Cássia da Silva Oliveira

Texto completo:

PDF

Resumo

O envelhecimento se apresenta como um processo natural e a velhice e uma invenção social emergente da dinâmica demográfica, da estrutura social vigente, das ideologias dominantes e dos valores e culturas dominantes. O Brasil esta envelhecendo. O paıs apresenta um quadro de envelhecimento de sua população que permite vislumbrar um aumento significativo do nu mero de idosos, muitos deles vıtimas de discriminação e marginalização social. Segundo o IBGE, no ano 2.025 o Brasil será o sexto paıs mais idoso do mundo. Nesse contexto, a população da terceira idade necessita de maior atenção da sociedade civil e política. A educação permanente acompanha o indivıduo durante toda a vida, tem um papel relevante, possibilita ao idoso promover a coes de integração, para o resgate de sua dignidade, de sua participação como cidadãos produtivos e partıcipes nas atividades da sociedade. Porem e necessário ressaltar que essa faixa etária apresenta especificidades que precisam ser consideradas, exigindo uma metodologia e uma postura de professor diferenciada.

 

Palavras chaves: gerontologia, educação permanente, formação de professores, terceira idade, gerontologia.