UTILIZAÇÃO DOS BENEFÍCIOS DAS DIMENSÕES DA GPTI E OS FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO PARA ANALISAR IMPLEMENTAÇÕES DE SISTEMAS ERP (DOI: 10.5329/RESI.2010.0901004)

Pietro Cunha Dolci, Antônio Carlos Gastaud Maçada
DOI: https://doi.org/10.5329/RESI.2010.0901004

Texto completo:

PDF

Resumo

A análise da implementação de sistemas ERP continua sendo fonte de grande interesse gerencial e de pesquisas acadêmicas. Entretanto, um dos desafios dos projetos relacionados a esses processos é convencer as pessoas dos benefícios de ter um sistema de gestão unificado, que exige esforços de diversas unidades de negócio. Dessa forma, o objetivo desta pesquisa é compreender como os gestores de TI e de negócio identificam os diferentes benefícios e fatores críticos de sucesso que os sistemas integrados podem proporcionar as suas empresas. Para identificar os benefícios foram utilizadas as dimensões da gestão de portfólio de TI (GPTI) e para os fatores críticos o modelo de Somers e Nelson. Foram realizados estudos de caso em três organizações: um complexo hospitalar, uma rede de farmácias e um supermercado. Em todos os casos analisados, as empresas possuíam processos formais de escolha e seleção dos potenciais fornecedores. Em relação aos benefícios que os sistemas ERP proporcionam utilizando as dimensões da GPTI, foram identificados diferentes benefícios dentro de cada uma das dimensões, podendo-se destacar que as empresas 2 e 3 consideram os sistemas ERP mais transacionais, enquanto a empresa 1 considera o sistema mais informacional. Com relação aos fatores críticos, as empresas apresentaram algumas diferenças, mas também há algumas similaridades, podendo-se destacar a comunicação e cooperação interdepartamental, o suporte da alta gerência, a clareza dos objetivos/metas e a necessidade de auxilio do fornecedor.

Palavras-chave

benefícios; implementação de ERP; dimensões da gestão de portfólio de TI; fatores críticos de sucesso