COMPETÊNCIAS INDIVIDUAIS RELEVANTES PARA OS CHIEF INFORMATION OFFICERS NA PERCEPÇÃO DE PROFISSIONAIS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Edimara Mezzomo Luciano, Carlos Alberto Becker, Mauricio Gregianin Testa
DOI: https://doi.org/10.5329/RESI.2012.1101005

Texto completo:

PDF

Resumo

Nas últimas décadas, as grandes mudanças ocorridas no cenário de negócios foram acompanhadas por grandes evoluções na TI. As empresas passaram a enfrentar desafios crescentes para alinhar e integrar TI e negócio, visando a garantir a sustentação do negócio e suportar a sua evolução e inovação. Nesse contexto, estudar as competências do Chief Executive Officer (CIO) se mostra importante, e este é o tema desta pesquisa, no intuito de identificar quais são as competências requeridas aos CIOs. Inicialmente estas competências foram compiladas a partir de oito publicações nacionais e internacionais. Uma categorização foi elaborada e refinada por meio de um estudo com grupos focais envolvendo onze especialistas de mercado e da academia. O artigo mostra uma lista de competências agrupadas em seis dimensões, a saber (com a quantidade de competências): características comportamentais (9), de relacionamento interpessoal (5), de visão estratégica (5), de visão da tecnologia (5), de processos e técnicas gerenciais (8) e de visão de negócio (6). A contribuição do artigo é o agrupamento, organização e validação de um conjunto de competências necessárias a gestores de TI aplicável ao contexto brasileiro. Considerando as dificuldades de alinhamento e inovações proporcionadas pela TI ao negócio, relatadas em diversos estudos, o alto custo e a complexidade da TI e, por outro lado, o fato de o CIO contemporâneo desempenhar cada vez mais um papel de executivo sênior de TI, os resultados podem auxiliar as organizações a entender o perfil de profissional para assumir essa função, de forma que a TI consiga dar uma efetiva contribuição para a organização.

Palavras-chave

habilidades; competências; competências de CIOs; perfil do CIO