INFORMÁTICA E ENSINO DE HISTÓRIA: CONSTRUINDO UMA NOVA CULTURA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES.

Marcio de Fátimo Tomaz

Texto completo:

PDF

Resumo

A análise das relações estabelecidas no processo educacional da conta de uma dilatada historia na qual se manifestam, freqüentemente de forma correlata, uma ampla gama de interesses e intenções entre os grupos envolvidos. Professores, alunos, pais, patrões, o mercado de trabalho, enfim, grupos com interesses e expectativas divergentes em relação ao conhecimento que deve ser ensinado e aprendido na escola. O professor, na expectativa de alavancar o interesse dos alunos por sua disciplina e conteúdo, acaba lançando mão, durante o processo de ensino -ate mesmo de forma inconsciente -de elementos como por exemplo, o clima socio-emocional da classe, os variados estilos de ensino e suas repercussões sobre a aprendizagem, dentre outros que acabam por definir uma maior ou menor aprendizagem do conteúdo. Estes fatores, aliados a uma necessidade de contınua atualização dos instrumentos e recursos de ensino, levam o educador a esbarrar em questões que por vezes fogem da sua alçada, como a ausência de uma formação sólida em uso de novas tecnologias durante sua graduação que pode levá-lo a desistir de optar pelo uso dessa ferramenta como um recurso pedagógico.