SUBINDO NO QUALIS...

Alexandre Reis Graeml
DOI: https://doi.org/10.5329/RESI.2012.1101000

Texto completo:

PDF PDF (English)

Resumo

Embora, até o momento, não tenhamos conseguido atingir nossa meta de ter a RESI reconhecida ao menos como B2 nas áreas de Administração e Informática, que são as áreas da maioria dos nossos autores e leitores, a RESI continua subindo na avaliação realizada pela Capes. Como nos próximos anos a tendência é que se venha a prestar um pouco mais de atenção ao "fator de impacto" das revistas brasileiras, é de se esperar que a RESI avance ainda mais. Embora a maioria dos periódicos nacionais não esteja incluída no JCR e no Scopus - os principais indexadores em nível mundial - é fácil constatar que estamos no caminho certo. Basta utilizar o programa "Publish or Perish", ou qualquer outros similar disponível na web, para perceber que a revista é mais citada no Google Scholar - seguramente a mais democrática e inclusiva entre as bases de conhecimento - do que muitas das revistas que hoje compõem os extratos B1 e B2 do Qualis. Em algum momento, isto vai ser reconhecido!

É claro que podemos melhorar ainda mais nosso desempenho. Basta que a gente (autores brasileiros e de outros países latino-americanos) passe a olhar mais e valorizar o trabalho dos colegas da nossa região, citando-os em seus seus próprios trabalhos.

A  RESI se propõe a ser um veículo para a promoção da pesquisa sobre sistemas de informação desenvolvida por latino-americanos, sobre a América Latina e para latino-americanos, embora não feche as portas a autores de outros cantos do mundo, como tem ficado evidente nas edições recentes da revista, com textos também de autores europeus e norte-americanos.

Boa leitura a todos!

Alexandre Graeml
Editor-chefe