Indicadores de consumo consciente: uma avaliação do recifense sob a ótica do consumo sustentável

Minelle Enéas Silva, Alice Paz Marques de Oliveira, Carla Regina Pasa Gómez
DOI: https://doi.org/10.5329/RECADM.2013012

Texto completo:

Artigo

Resumo

Diante das modificações socioambientais observadas, mudanças nos comportamentos têm demonstrado uma nova perspectiva de atuação tanto individual quanto coletiva. Assim sendo, focando na atuação do indivíduo enquanto consumidor, o presente artigo tem por objetivo articular um conjunto de indicadores de consumo consciente para a identificação do comportamento da população de Recife/PE, sob a perspectiva do consumo sustentável. Com abordagem quantitativa, realizou-se uma pesquisa do tipo survey com 601 recifenses a partir dos 40 indicadores de consumo consciente identificados na literatura. Como apresenta os resultados, existe um direcionamento considerado ‘suave’ para uma prática consciente de consumo, entendendo serem necessárias interações com outros atores sociais. Além disso, se observa com a realização dos testes que a variável escolaridade apresenta maior influência sobre o comportamento, pela grande quantidade de diferença de médias. Com isso, o conjunto de indicadores agrupados para a realização dessa pesquisa a partir do Greendex, do Instituto Akatu e do Ecological Footprint Method, apresenta uma contribuição positiva para o estudo do consumo consciente de uma população sob a perspectiva do consumo sustentável.

 

 

 


Palavras-chave

Consumo sustentável; Consumo consciente; Indicadores


Referências


Assadourian, E. (2010). Ascensão e queda das culturas de consumo. In: Worldwatch Institute. Estado do Mundo, 2010: estado do consumo e o consumo sustentável, Salvador: Uma Editora.

Cortez, A. T. C. & Ortigoza, S. A. G. (2007). Consumo Sustentável: conflitos entre necessidades e desperdício. São Paulo: Editora UNESP.

De Toni, D., Mattia, A. A., Larentis, F. & Silva, M. G. R. (2010). Um estudo sobre a configuração da imagem do conceito de consumo consciente. Anais do V Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade. Florianópolis.

Dobson, A. (2003). Citizenship and the Environment. Oxford: Oxford University Press.

http://dx.doi.org/10.1093/0199258449.001.0001

Eddine, S. C., Vettorazzi, K. M. & Freitas, V. P. (2008). Consumo e Sustentabilidade: Desafios para uma nova atitude ecológica. Anais do XVII Congresso Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Direito. Brasília, DF, Brasil.

Fabi, M. J. S., Lourenço, C. D. S. & Silva, S. S. (2010). Consumo Consciente: a atitude do cliente perante o comportamento sócio-ambiental empresarial, Anais do IV Encontro de Marketing da Associação Nacional Pós-Graduação em Administração, Florianópolis, SC, Brasil.

Feital, J. C. C., Spers, E. E., Novaes Netto, A. F., Spers, V. R. E. & Ponchio, M. C. (2008). O consumo consciente da água: um estudo do comportamento do usuário doméstico. Anais do III Encontro de Marketing da Associação Nacional Pós-Graduação em Administração. Curitiba, PR, Brasil.

Feitosa, M. J. S., Cândido, G. A. & Firmo, L. A. (2010). Sistemas de indicadores de sustentabilidade: uma aplicação do ecological footprint method no município de Campina Grande (PB), Ambiência – Revista do setor de Ciências Agrárias e Ambientais, 6 (3).

Foladori, G. (2005). Sustentabilidad Alternativa. Uruguai: Coleccion Carbichui.

Gilg, A., Barr, S. & Ford, N. (2005). Green consumption or sustainable lifestyle? Identifying the sustainable consumption, Futures, 37, pp. 481-504.

http://dx.doi.org/10.1016/j.futures.2004.10.016

Gomes, D. V. (2006). Educação para o consumo ético e sustentável. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, v.16.

Gómez, C. R. P., Parísio, D., Castillo, L. A. G. & Santos, J. F. (2009). Ecological Footprint Method como ferramenta para avaliar o perfil do consume consciente, Revista Alcance, 16 (3), p. 321-338.

Hair Jr, J. F., Black, W. C., Babin, B. J., Anderson, R. E. & Tatham, R. L. (2009). Análise Multivariada de Dados. (6 ed.). Porto Alegre: Bookman.

PMCid:PMC2791323

Instituto Akatu. (2001). O que é Consumo Consciente? Recuperado em Fevereiro, 2011, de .

Instituto Akatu. (2007). Como e por que os brasileiros praticam o consumo consciente? São Paulo: Instituto Akatu.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2009). Perfil da população recifense. Recuperado em Fevereiro, 2011, de .

Jackson, T. (2004). Negotiating Sustainable Consumption: A review of the consumption debate and its policy implications, Energy & Environment, 15 (6). p. 1027-1051.

http://dx.doi.org/10.1260/0958305043026573

Jackson, T. (2007). Sustainable Consumption. In: Atkinson, G., Dietz, S., Neumayer, E. (Ed.). Handbook of Sustainable Development. Edward Elgar Publishing.

Lenzen, M., Murray, J., Sack, F. & Wiedmann, T. (2007). Shared producer and consumer responsibility: Theory and practice, Ecological Economics, p. 27-42.

http://dx.doi.org/10.1016/j.ecolecon.2006.05.018

Malhotra, N. (2006). Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. 4. ed. Porto Alegre: Bookman.

Michaelis, L. (2000) Ethics of consumption. Oxford: Oxford Centre for the Environment, Ethics & Society.

Michaelis, L. (2003). The role of business in sustainable consumption, Journal of Cleaner Production, 11 (8), p. 915-921.

http://dx.doi.org/10.1016/S0959-6526(02)00160-9

National Geographic. (2010a). Greendex. Recuperado em Novembro, 2011, de .

National Geographic. (2010b) About the study. Recuperado em Novembro, 2011, de .

Panarotto, C. (2008). O meio ambiente e o consumo sustentável: alguns hábitos que podem fazer a diferença, Revista das relações de consumo, Caxias do Sul, RS, Brasil.

Pereira, A. (2004). Guia prático de utilização do SPSS: Análise de dados para Ciências Sociais e Psicologia. 5. Lisboa: Edições Silabo.

Portilho, M. F. F. (2005). Sustentabilidade Ambiental, consumo e cidadania. São Paulo: Cortez.

Ribeiro, J. A. & Veiga, R. T. (2011). Proposição de uma escala de consumo sustentável, Revista de Administração da USP, 46 (1), p.45-60.

http://dx.doi.org/10.5700/rausp0997

Richardson, R. J., Peres, J. A. S., Wanderley, J. C. V, Correia, L. M. & Peres, M. H. M. (2008). Pesquisa Social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas.

Sachs, I. (2007). Rumo à ecossocioeconomia: Teoria e prática do desenvolvimento. São Paulo: Cortez.

Santos, T. C., Leite, A. P. R., Tacconi, M. F. F. S. & Alexandre, M. L. (2008). Movimento do Consumo Consciente: do Cidadão Consumidor ao Consumidor Cidadão? Anais do Encontro de Administração Pública e Governança – EnAPG. Salvador, BA, Brasil.

Seyfang, G. (2006). Ecological citizenship and sustainable consumption: examining local organic food networks, Journal of Rural Studies, (22), p. 383-395.

http://dx.doi.org/10.1016/j.jrurstud.2006.01.003

Silva, M. E. (2011). A contribuição de práticas empresariais responsáveis para o consumo sustentável no varejo de supermercados: O caso Walmart Brasil. 137p. Dissertação (Mestrado em Administração) – Programa de Pós-Graduação em Administração (PROPAD). Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE, Brasil.

Silva, M. E. (2012). Consumo Sustentável: A Articulação de um constructo sob a perspectiva do desenvolvimento sustentável, Revista Eletrônica de Ciência Administrativa, 11 (2).

Silva, M. E., Corrêa, A. P. M., Costa, A. C. V., Albuquerque, A. E. C. & Almeida, J. A. J. (2012). Perfil de consumo consciente por meio de atitudes e comportamentos individuais: Um estudo com a população do Recife/PE, PMKT Ciência – Revista Brasileira de Pesquisa de Marketing, Opinião e Mídia, (10).

Silva, M. E. & Gómez, C. R. P. (2010). Consumo Consciente: O papel contributivo da educação, Revista Reuna (Belo Horizonte), 15 (3), p.43-54.

Spaargaren, G. & Oosterveer, P. (2010). Citizen-Consumers as Agents of Change in Globalizing Modernity: The Case of Sustainable Consumption, Sustainability, 2 (7), p.1887-1908.

http://dx.doi.org/10.3390/su2071887

VanBellen, H. M. (2005). Indicadores de Sustentabilidade: Uma análise comparativa. Rio de Janeiro: Editora FGV.

Vieira, D. M. (2010). O consumo socialmente irresponsável. Anais do IV Encontro de Marketing da Associação Nacional Pós-Graduação em Administração. Florianópolis, SC, Brasil.

Wackernagel, M. & Rees, W. (1996). Our Ecological Footprint: reducing human impact on the earth. Canada: New Society Publishers.

PMid:8633885 PMCid:PMC167962

World Commission on Environment and Development. (1987). Report Our common future. Genebra. Recuperado em Setembro, 2010, de .

Wu, E. C., Cutright, K. M. & Fitzsimons, G. J. (2011). How asking "Who Am I" affects what consumers buy: the influence of self-discovery on consumption, Journal of Marketing Research, 48(2).

http://dx.doi.org/10.1509/jmkr.48.2.296

Young, W., Hwang, K., McDonald, S. & Oates, C. J. (2010). Sustainable consumption: green consumer behavior when purchasing products, Sustainable Development, 18(1), p.20-31.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.