Reflexões sobre a avaliação de desempenho: uma breve análise do sistema tradicional e das novas propostas

Alexandre Shigunov Neto, Renata Messias Gomes
DOI: https://doi.org/10.5329/RECADM.20020101002

Texto completo:

Artigo

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo realizar uma análise crítica do sistema tradicional de avaliação de desempenho e das novas propostas de avaliação de desempenho. A avaliação de desempenho acompanhou a evolução das organizações e sempre esteve de alguma forma refletindo as transformações sociais. Assim, este trabalho segmentou em três fases históricas o desenvolvimento do processo de avaliação de desempenho: sistema tradicional, sistema contemporâneo e propostas para o futuro. As mudanças sociais, culturais, políticas, econômicas e tecnológicas que estão ocorrendo em grande velocidade acarretam grandes transformações organizacionais, no mercado e na crescente competitividade. Nesse sentido, as organizações necessitam descobrir e desenvolver procedimentos e maneiras que envolvam e comprometam os funcionários com seus objetivos e minimizem os equívocos e disfunções dos tradicionais métodos de avaliação. As novas propostas de avaliação de desempenho buscam incorporar conceitos modernos de gestão de recursos humanos, liderança, qualidade, valorização e crescimento do ser humano e sistemas adequados de recompensa, o que vem exigindo maior responsabilidade e preparo dos quadros avaliadores.


Palavras-chave

funcionário; desempenho; transformações


Referências


AQUINO, Cléber Pinheiro de. Administração de recursos humanos: uma

introdução. São Paulo: Atlas, 1980.

BERGAMINI, Cecília Whitaker. Avaliação de desempenho humano na empresa.

ª edição. São Paulo: Atlas, 1986.

BOWDITCH, James L. & BUONO, Anthony F. Elementos de comportamento

organizacional. São Paulo: Pioneira, 1992.

BÖHMERWALD, Pedro. Gerenciando o sistema de avaliação de desempenho.

Belo Horizonte: UFMG: Fundação Christiano Ottoni, 1996.

CARAVANTES, Geraldo R. Administração e qualidade: a superação dos

desafios. São Paulo: Makron Books, 1997.

CHIAVENATO, Idalberto. Administração de recursos humanos. 2ª edição. São

Paulo: Atlas, 1981.

FLANNERY, Thomas P. Pessoas, desempenho e salários: as mudanças na

forma de remuneração nas empresas. São Paulo: Futura, 1997.

FUNDAÇÃO PARA O PRÊMICO NACIONAL DA QUALIDADE (PNQ. Critérios de

excelência: o estado da arte da Gestão da Qualidade Total. São Paulo: 1995.

LUCENA, Maria Diva da Salete. Avaliação de desempenho: métodos e

acompanhamento. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1977.

MILANI, Ione. Sistemas de avaliação de desempenho: uma revisão de literatura.

Revista de Administração: Editora da USP. Vol. 23 (3), jul/set/1988. P. 45-57.

MOTTA, Paulo Roberto. Gestão contemporânea: a ciência e a arte de ser

dirigente. 7ª edição. Rio de Janeiro: Record, 1996.

SHIBA, Shoji. TQM: quatro revoluções na gestão da qualidade. Porto Alegre:

Artes Médicas, 1997.

WERTHER, William B. Administração de pessoal e recursos humanos. São

Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1983.

VROOM, Victor H. Gestão de pessoas, não de pessoal. Rio de Janeiro: Campus,




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.