ONG´s como espaço de investimento profissional

Carlos Augusto de Oliveira Júnior
DOI: https://doi.org/10.21529/RECADM.20070602002

Texto completo:

Artigo

Resumo

As Organizações Não Governamentais - ONGs surgiram como um conjunto de iniciativas da sociedade civil organizada, que buscam atender a interesses públicos ou coletivos, com vista a encontrar soluções efetivas aos problemas sociais. Essas organizações contam com a participação de indivíduos que buscam ser reconhecidos como profissionais e prestadores de serviços à sociedade. Este artigo tem como principal objetivo verificar como as ONGs se constituem espaços de investimento profissional, verificando-se o que motiva as pessoas a nelas ingressarem e permanecerem, e identificar as ações e práticas que as ONGs eventualmente promovem para atração, desenvolvimento e retenção de pessoas. A partir das relações estabelecidas por Rifkin (1995), Landim (1993), Okumura (2006) e Falconer (1999) entre as ONGs e a carreira profissional, esta pesquisa valeu-se da aplicação de 12 (doze) entrevistas e 19 (dezenove) questionários, junto aos gestores e colaboradores empregados de 3 (três) ONGs do Estado do Ceará. Permitiu-se constatar que o ingresso e a permanência de seus colaboradores ocorrem a partir do desejo de se capacitarem profissionalmente, da identificação com as causas sociais nas quais acreditam, e pelo ambiente de trabalho (clima organizacional) proporcionado pelas organizações, e que as ONGs pesquisadas não desenvolvem práticas estruturadas e sistemáticas de atração e retenção de seus colaboradores.

Palavras-chave

ONG; Gestão de Pessoas; Investimento Profissional


Referências


CALGARO, Fernanda; TATSCH, Constança. ONGs ampliam mercado de trabalho. Folha de São Paulo, São Paulo, 31 jan. 2006. Caderno FOVEST, Caderno 8, p. 13.

CICONELLO, Alexandre. nota técnica ao pls n.º 07 de 2003. ABONG. Disponível em: . Acesso em: 05 jan. 2006.

COOPER, Donald R.; SCHINDLER, Pamela S.. Métodos de pesquisa em Administração. Traduzido por: Luciana de Oliveira da Rocha. - 7.ed. - Porto Alegre: Bookman, 2003

FALCONER, Andres Pablo. A Promessa do Terceiro Setor – Um estudo sobre a Construção do Papel das Organizações sem fins Lucrativos e do seu Campo de Gestão. 1999. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.

FIEGE, Hans-Jürgen. ONGs no Ceará – quem são, o que fazem, quais são os seus desafios? (origens, perfil institucional e campos de atuação). In: FIEGE, Hans-Jürgen. (org.) ONGs no Brasil: perfil de um mundo em mudança. Fortaleza: Fundação Konrad Adenauer, 2003.

FISCHER, Rosa Maria; FISCHER, André Luiz. O dilema das ONG’S. In: ENCONTRO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 18., 1994,

Curitiba. Anais... Curitiba, 2001.

FRASSON, Ieda. Critérios de eficiência, eficácia e efetividade adotados pelos avaliadores de instituições não-governamentais financiadoras de projetos sociais. 2001. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001.

GELINSKI, Carmen Rosário Ortiz; RAMOS, Ivoneti da Silva. Emprego no Terceiro Setor – Opção ou Alternativa: O Caso De Florianópolis. Revista Eletrônica Integração. n. 51, jun/2005. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2005.

HIPÓLITO, José Antônio Monteiro. Sistema de recompensas: uma abordagem atual. In: FLEURY, Maria Tereza Leme (org). As Pessoas na Organização. São Paulo: Editora Gente, 2002.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.